Opiniões

     Sobre as duas matérias mais recentes, abaixo, expresso a minha concordância com o texto de Anselmo Alves. Eu era quem gostaria de ter escrito o que ele escreveu. Tá mais que na hora, de agente {re}começar a valorizar as coisas boas, fazer coisas de qualidade para não dar margem para que as coisas ruins tomem à frente. Os “forrós” eletrônicos são, em minha opinião, de péssima qualidade hoje em dia. Já foram até aceitavéis e ouvíveis nos primeiros anos de Mastruz com Leite, por exemplo. Ainda se ouviam algumas composições que nos remetiam à temas e cenários comuns ao povo Nordestino. Nesse tempo, até Maciel Melo era contratado pelo grupo que gerenciava a banda, para compor músicas. Hoje o que se escuta é pura PUTARIA com composições que poderiam ser feitas por qualquer um…aliás qualquer um não, por compositores de péssima qualidade. É uma praga da porra mesmo. É como dizem o dizido popular: Gonzaga deve estar se remexendo na cova, com raiva do que fizeram com o seu forró. Aliás, com o forró de todos nós.

Por outro lado, tá engatilhado a filmagem sobre Humberto Teixeira. Tomara que a coisa ganhe uma proporção  bem maior e o mundo passe a {re}conhecer e dar valor àqueles que estão ligados a origem do nosso forró autêntico, AQUELE QUE PODE SER FEITO SIM, COM BATERIA, GITARRAS E BAIXO, MAS MANTENDO COMO LINHA MESTRA A SUA ESSÊNCIA.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s